15.º WGT – Representação em Gramática & Texto

Organização: Maria Teresa Brocardo
Data e local de realização: 15 de janeiro de 2016, salas T6 e T7, Torre B, 2.º piso, NOVA FCSH.

Programa

 

Resumos

Helena Isabel Alzamora. Contribuição da topologia Discreto-Denso-Compacto para a análise das perífrases verbais.

Alvanira Barros. Um verbo, algumas possibilidades linguísticas.

Maria Teresa Brocardo. Representações do / no tempo – nótula sobre passados.

Maria do Céu Caetano. Representação da estrutura interna das palavras complexas parassintéticas.

Clara Nunes Correia e Ana Cristina Afonso. (Des)aprendizagens da representação linguística.

Manuel Luís Costa. As construções VVD/VVMM+SP direcional e a combinatória com o pretérito imperfeito.

Maria Antónia Coutinho. Texto e representação: alguns comentários.

Marta Fidalgo. A revisão de textos e a construção de representações linguístico-textuais – a importância da atividade revisória como prática de mediação.

Manoelito Gurgel. Por uma abordagem linguístico-enunciativa das representações: o caso das modalizações lógicas, deônticas, pragmáticas e apreciativas.

Noémia Jorge. A divulgação científica na imprensa atual – representação genológica.

Audria Leal. As representações semióticas no género Reportagem: um estudo a decorrer.

Milana Morozova. A representação discursiva das classes desfavorecidas da Margem Sul no género stand-up comedy.

Teresa Oliveira. Perceção e cognição: o verbo cheirar e a representação linguística do olfato em português.

Rosalice Pinto. Representação e linguagem na prática institucional jurídica.

Rute Rosa. Proposta Interacionista para a Prática de Revisão de Texto.

Carla Teixeira. Representações, comentários e opiniões.

Duane Valentim. O ensino do discurso reportado sob uma abordagem enunciativa.

Helena Topa Valentim. Descontinuidade de representação cognitiva e linguística.