Dissertações de Mestrado


2018

Celmira, Ana (2018). Terminologia Jurídica: Colocações terminológicas no Código de Famíia Angolano. Mestrado. Orient. Maria Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa.

2017

Anjos, Araújo (2017). Antroponímia na Língua Kimbundu. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa.

Cazeca, Gino (2017). Antroponímia das línguas da Província do Moxico. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/22137 [Acesso 1 mar. 2018].

Dodão, Bento (2017). Análise Descritiva dos Antropónimos da Língua Kikongo. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/22198 [Acesso 1 mar. 2018].

Domingos, Manuel José (2017). O neologismos na obra de Ondjaki: O Assobiador. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Domingos, Simão José (2017). A importância do léxico no ensino da língua materna. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Gumbe, Jucileia (2017). Terminologia do Subsistema de Formação de Professores: Proposta de um glossário terminológico. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/23177 [Acesso 1 mar. 2018].

Haipinge, Toivo (2017). Antroponímia na língua Ovakwanyama. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/22256 [Acesso 1 mar. 2018].

Livamba, Domingos (2017). Antroponímia da língua Umbundu: o antropónimo como fenómeno de cultura. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/21993 [Acesso 1 mar. 2018].

Muhongo, Timóteo (2017). Empréstimos de Origem Angolana em Voz de Angola – clamando no deserto. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/22439 [Acesso 1 mar. 2018].

Pedro, Carla (2017). Proposta de base de dados terminológica e áudio multilingue para os redactores da Rádio Nacional de Angola: o caso dos estrangeirismos. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/23485 [Acesso 1 mar. 2018].

Reis, Jaime (2017). A Antroponímia na Língua Olunhaneka: Reflexão Sociolinguística e Proposta de Harmonização Gráfica. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/20775 [Acesso 1 mar. 2018].

Segunda, Sérgio (2017). Harmonização da terminologia nos documentos produzidos no Gabinete de Intercâmbio do Ministério da Cultura de Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/21951 [Acesso 1 mar. 2018]. 

Tchimbali, Augusto (2017). Antroponímia na Língua Ngangela. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/20777 [Acesso 1 mar. 2018].

Ualhanga, Xavier (2017). Antroponímia na Língua Cokwe. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/21952 [Acesso 1 mar. 2018].


2016

Bimbi, Josefina (2016). Unidades Neológicas na Economia em Angola. Um estudo feito a partir da análise de corpus. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Domingos, Carlos (2016). A sinonímia terminológica nos documentos produzidos no Gabinete de Recursos Humanos do Ministério da Cultura (Mincult), Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18325 [Acesso 1 mar. 2018].

Ernesto, Eliseu (2016). Terminologia da Reforma Educativa (2001-2004). Proposta de uma Base de Dados Terminológica para o Ministério da Educação de Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18495 [Acesso 1 mar. 2018].

Estrela, Silvestre (2016). Terminologia em uso na Direcção Nacional de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação: Variação nos termos complexos. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/17278 [Acesso 1 mar. 2018].

Ferreira, Filipa (2016). A Metáfora e a Metonímia como elemento criativo na Língua Publicitária. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Francisco, António (2016). Rôle du dictionnaire dans l’ensegnement-apprentissage de français langue étrangère. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Gonçalves, Sita (2016). Fonction des Anthroponymes Umbundu dans l’enseignement-apprentissage du français. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Lima, Antónia (2016). Variantes Terminológicas: necessidade de harmonização nos regulamentos internos do Ministério da Ciência e Tecnologia. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18358 [Acesso 1 mar. 2018].

Lima, Joana (2016). Proposta de um recurso terminológico integrado orientado para a tradução jurídica. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/19865 [Acesso 1 mar. 2018].

Manuel, Ana Paula (2016). A gíria no Português falado pelos alunos da Escola Secundária do II Ciclo do Ensino Secundário 2043 PUNIV-Belas. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Magalhães, Maria (2016). Colocação terminológica nos documentos utilizados pelo Centro de Formação de Jornalistas “CEFOPOR” – Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18431 [Acesso 2 mar. 2018].

Matos, Maria do Rosário (2016). A neologia terminológica da cortiça. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/17970 [Acesso 1 mar. 2018].

Menezes, Cezaltina (2016). Surgimento de Neologismos na Música de Luanda-Kuduro. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Mikana, Maximino (2016). Terminologia do Direito Administrativo Angolano. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Muhongo, Abel (2016). Terminologia da Culinária Angolana nas regiões de Luanda e Malanje. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Pontes, Lourdes (2016). Terminologia do Censo 2014 em Angola. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: https://run.unl.pt/handle/10362/20783 [Acesso 20 set. 2017].

Redondo, Américo (2016). Metodologia para a construção e análise de corpora de especialidade para fins específicos: o caso da Segurança Automóvel. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/20099 [Acesso 1 mar. 2018].

Tondela, Rodrigo (2016). Variação denominativa em textos produzidos no Instituto Nacional de Avaliação, Acreditação e Reconhecimento de Estudos do Ensino Superior (INAAREES) – Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18955 [Acesso 1 mar. 2018]. 


2015

Alberto, Osvaldo (2015). Reformulação da Definição: conceito de “equação” para os alunos do 1.º ciclo do ensino secundário em Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15300 [Acesso 1 mar. 2018].

Alexandre, Helder (2015). Proposta de harmonização gráfica da toponímia de Angola: o caso do município de Malanje. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18897 [Acesso 1 mar. 2018].

André, Bruno (2015). Quiçama: um toponimo com várias grafias: Análise e reflexão. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15433 [Acesso 1 mar. 2018].

Chambumba, Venâncio (2015). Terminologia da Lexicologia e Áreas Afins no Contexto de Ensino Angolano Proposta de Dicionário Terminológico. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18871 [Acesso 1 mar. 2018].

Correia, Yocelyn (2015). Pragmatemas terminológicos em farmacologia em Português e Espanhol. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15924 [Acesso 1 mar. 2018].

Futy, Edson (2015). A Variação terminológica no domínio da Educação. Um Estudo Comparativo dos Sistemas Educativos Angolano e Português com vista à atribuição de equivalência de Estudos. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa.

Gunza, Domingas (2015). Vocabulário de base no ensino primário em Angola. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15847 [Acesso 1 mar. 2018].

Halaiwa, Mateus (2015). Aspectos sociolinguísticos e culturais da toponímia da Província da Huila: o caso da Comuna do Hoque: toponímia de harmonização gráfica. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18324 [Acesso 1 mar. 2018].

Jeremias, Catele (2015). Estudo da toponímia do Município de Saurimo – Princípios para a harmonização da grafia. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15804 [Acesso 1 mar. 2018].

Laurindo, Martins (2015). Abordagem do Léxico Toponímico Municipal do Cuito da Província do Bié: Caso de Bairros, Comunas, Embalas e Aldeias. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15434 [Acesso 1 mar. 2018].

Loureiro, Ana Bela (2015). Neologismos do Português de Angola: proposta de constituição de base de dados com vista à construção de um observatório linguístico. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15846 [Acesso 1 mar. 2018].

Menezes, Bernardo (2015). Harmonização da grafia toponímica do município de Benguela. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/18872 [Acesso 1 mar. 2018].

Nazaiwa, Celiano (2015). Abordagem à variação terminológica denominativa nos textos produzidos na Direcção Nacional de Organização do Território do Ministério da Administração do Território de Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15437 [Acesso 1 mar. 2018].

Nuage, João (2015). Aquisição da Competência Lexical na Aprendizagem do Português Língua Segunda – Especificidades do aluno angolano. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Diponível em: http://hdl.handle.net/10362/14871 [Acesso 1 mar. 2018].

Pedro, Leonardo (2015). Proposta para uma Harmonização Gráfica da Toponímia da Comuna de Ondjiva: Aldeias, Bairros e Ruas. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Diponível em: http://hdl.handle.net/10362/15811 [Acesso 1 mar. 2018].

Pires, Matias (2015). A Problemática da Equivalência Terminológica nas Negociações Internacionais: o caso do Ministério das Relações Exteriores (MIREX) de Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15845 [Acesso 1 mar. 2018].

Plana, Isalino (2015). Variação terminológica formal no Diploma Regulador do Subsistema e no estatuto orgânico do Ministério do Ensino Superior – Angola. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/16220 [Acesso 1 mar. 2018].

Ramos, Margarida (2015). O valor das definições para a organização conceptual da rolha de cortiça: uma questão de terminologia. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/19582 [Acesso 1 mar. 2018].

Serrote, João (2015). Antroponímia da língua Kimbundu em Malanje. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/16178 [Acesso 1 mar. 2018].

Tomás, Jaques (2015). Harmonização gráfica da toponímia da província do Uíje. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/16167 [Acesso 1 mar. 2018].

Vicente, Francisco (2015). Topónimos dos Municípios e Comunas do Cuando Cubango. Proposta de Harmonização de Grafia. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/15805 [Acesso 1 mar. 2018].


2014

Évora, Luís (2014). Proposta de uma Base de Dados Terminológica para o Ensino Bilingue em Cabo Verde, nas áreas de Ciências integradas e Matemática. Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/14449 [Acesso 1 mar. 2018].

Ribeiro, Helga (2014). Equivalência terminológica em Gestão Ambiental. Mestrado. Orient. Rute Costa. Universidade NOVA de Lisboa. Disponível em: http://hdl.handle.net/10362/11954 [Acesso 1 mar. 2018].


2013

Barros, Amadeu (2013). Inovação Lexical no Discurso Tamodiano (Análise da obra: Os Discursos do Mestre Tamoda). Mestrado. Orient. Teresa Lino. Universidade Agostinho Neto (Angola).

Félix, Jean (2013). La Terminologie Culturelle: le cas du Wolof dans la version traduite de la constitution sénégalaise. Mestrado. Orient. Rute Costa e Thierno Cissé (Université Cheikh Anta Diop de Dakar). Universidade NOVA de Lisboa.